top of page

CBDI LAMENTA A MORTE DO ATLETA DE OURO DA BOCHA DO BRASIL: DIRCEU PINTO

Medalhista de ouro da Bocha do Brasil morre aos 39 anos, em São Paulo.

Morre Dirceu Pinto – atleta dono de quatro ouros paralímpicos na bocha brasileira O mundo paralímpico perdeu um de seus grandes campeões, nesta quarta-feira, dia 1º de abril de 2020. Aos 39 anos, Dirceu Pinto, dono de quatro medalhas de ouro nas Paralimpíadas, morreu em Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo, em decorrência de problemas cardíacos. O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) lamentou a notícia e prestou solidariedade à família de Dirceu. O atleta estava em casa, quando sentiu-se mal, durante a madrugada desta quarta-feira, e foi encaminhado ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. Alí, permaneceu internado até o meio da tarde, mas acabou morrendo vítima de insuficiência cardíaca. Dirceu sofria de distrofia muscular. O atleta conquistou duas medalhas de ouro nos Jogos de Pequim, em 2008, e outras duas nos Jogos de Londres, em 2012 – simples e duplas. Além disso, ainda soma uma prata paralímpica por equipes nos Jogos do Rio, em 2016. Dirceu estava afastado das competições há cerca de um ano, mas se preparava para retornar às disputas em 2020. Além de competir, o bicampeão paralímpico era coordenador do paradesporto de Mogi das Cruzes. “SOBRE O VELÓRIO: INFELIZMENTE DEVIDO À CRISE QUE PELO QUAL PASSAMOS, E PARA EVITAR AGLOMERAÇÕES, ELE SERÁ RESTRITO À FAMILIA E PARENTES PRÓXIMOS. PEDIMOS QUE ENTENDAM A SITUAÇÃO E QUE OREM EM FAVOR DA FAMÍLIA. NESSE MOMENTO DIFÍCIL. SABEMOS QUE MUITOS QUEREM ESTAR PRÓXIMOS E SE DESPEDIR, MAS INFELIZMENTE TEMOS QUE CUIDAR DA SAUDE DE TODOS”, despachou a assessoria do atleta. “A CBDI SOLIDARIZA-SE À FAMÍLIA E AMIGOS, NESTA HORA TÃO DIFÍCIL E PRESTA SUA HOMENAGEM AO ATLETA, POR SEUS RELEVANTES FEITOS”.

Comments


bottom of page